3 de janeiro de 2015

Na semana da Gratidão

Ia chorando* quando me apercebi que a Inês já não trazia o cachecol de crochet que fiz para ela quando estava grávida da Alice. A minha primeira peça de croché. Eu, que não sou nada apegada às coisas, vejo-me muito comichosa quando se trata de coisas feitas à mão por mim. E foi por isso que chegar ao carro e ter esta surpresa

me encheu o coração.
Alguém tinha encontrado o cachecol e adivinhado que era nosso. Ia chorando* outra vez, mas desta feita por gratidão. Nem de propósito. Seria tão bom que o meu livrinho da gratidão se começasse a encher de coisas bonitas como esta.


* que é como quem diz... Posso andar a ler tolices delicodoces sobre felicidade e hábitos zen, mas ainda não me emociono com imagens de cãezinhos Scottex, sim?

2 comentários:

  1. Eu também sou muito agarrada ás coisas que faço.

    ResponderEliminar
  2. É motivo para uma pessoa se emocionar! :)

    ResponderEliminar